Coelhos poloneses

Coelhos poloneses

História

Apesar do seu nome, o coelho polonês tem maiores probabilidades de ser originário de Inglaterra. Falamos em “maiores probabilidades pois a origem exacta deste coelho não está completamente provada. O seu primeiro aparecimento foi em Inglaterra em 1884.

Os originais importados para a américa eram coelhos brancos pequenos de olhos vermelhos mas que não dispunham do gene anão. Pode-se dizer que a versão britânica do coelho polonês é equivalente ao americano “Britannia Petite”.

Hoje em dia o coelho polonês não só é utilizado como animal de estimação como costuma aparecer diversas vezes em espectáculos e competições.

Descrição

Falando um pouco da descrição física do coelho Polonês, este deve dispor de uma cabeça pequena que albergue uns olhos sólidos. Devido ao tamanho pequeno em geral desta raça, o coelho polonês é confundido várias fezes com o anão holandês, se bem que o polonês é um pouco maior e a sua cabeça não é tão redonda.

Há outras diferenças que os distinguem como o formato do seu pêlo e as próprias cores. Um coelho polonês deve ter entre 1 kg a 1,5 kg, sendo que 1 kg é realmente o peso mais comum.

Até aos anos 50 a maioria dos coelhos poloneses eram brancos com olhos vermelhos ou azuis. O de olhos vermelhos é o verdadeiro albino. O branco de olhos azuis dispõe de outros genes brancos e não é um verdadeiro albino. Mas desde dos anos 60 que os poloneses de outras cores são reconhecidos como tal.

Em 1957 os pretos e os chocolate foram reconhecidos e em 1982 foi a vez da versão azul, entre outras cores mais ao longo dos anos. Em Inglaterra por exemplo qualquer cor é permitida, desde que seja uma cor comum a outras raças.

Gaiola

Devido ao seu pequeno tamanho, eles naos precisam de tanto espaço em gaiolas e jaulas como outras raças e ocupam menos espaço em apartamentos do que outras raças maiores. O solo destas gaiolas não podem ser escorregadios para não causar quaisquer lesões ao coelho.

Apesar do coelho polonês ser geralmente calmo, existe alguma tendência a ser territorial caso o misturemos com outros coelhos. Isto também pode acontecer com crias presentes, pelo que é necessário prestar muita atenção para que estas não saem magoadas por alguma atitude inesperada.

Esta raça pode ser facilmente instruído para utilizar uma caixa de necessidades e o uso de trela também não é uma tarefa difícil de incutir para os momentos que o queiramos levar a passear pela casa. É necessário que haja preparado um espaço onde se possa mover livremente para fugir um pouco à prisão da sua gaiola.

Dieta

A quantidade de ração necessária dependerá directamente na quantidade de actividade que o coelho faz. Quanto menos actividade, menos ração deve ser administrada. Com o feno não é assim, pois podemos dar aquilo que achemos melhor, que lhe fará bem em todos os sentidos.

Fruta não deve ser administrada como um alimento completo, mas sim apenas como um pequeno mimo ou guloseima. E apenas um pedaço, nada de dar uma peça de fruta inteira. Quaisquer vegetais ricos em açúcar devem ser evitados igualmente.

Cuidados a ter

Tal como acontece com outros coelhos, eles não se dão bem com temperaturas altas e baixas. A acumulação de uma bola de pêlo também é comum tal como acontece com os gatos, caso não prestemos os devidos cuidados de higiene.

O tempo médio de vida de um coelho polonês é de cerca de 5 a 6 anos sensivelmente.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Coelhos:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook